[RESENHA] NEVERNIGHT(Crônicas da Quasinoite 1) – Jay Kristoff

OH FILHAS, VAMOS FALAR DE NEVERNIGHT

Como é bom ler um livro que te deixa elétrica e eufórica, Nevernight era um dos livros que estava na minha lista de altas expectativas e esperados de 2017, e atendeu a todas as minhas expectativas, vem conferir tudo que achei do livro, que é o primeiro de uma trilogia, lançado esse mes pela Editora Plataforma 21.

“Estejam cientes desde já que as páginas em suas mãos falam de uma garota que está para o assassinato assim como o maestro está para a música.” 

NEVERNIGHT_1496925073672288SK1496925074BLIVRO : Nevernight ( Cronicas da Quasinoite 1)

AUTOR : Jay Kristoff

EDITORA: Plataforma 21

PÁGINAS : 608

ANO: 2017

Sinopse: Há histórias sobre Mia Corvere, nem todas verdadeiras. Alguns a chamam de Moça Branca. Ou a Faz-Rei. Ou o Corvo. A matadora de matadores. Mas, uma coisa é certa, você deveria temê-la.

Quando ela era criança, Darius Corvere – seu pai – foi acusado de insurreição contra a República de Itreya. Mia estava presente quando o carrasco puxou a alavanca, viu o rosto do pai se arroxeando e seus pés dançando à procura do chão, enquanto os cidadãos de Godsgrave gritavam “traidor, traidor, traidor”…

No mesmo dia, viu a mãe e o irmão caçula serem presos em nome de Aa, o Deus da Luz. E, embora os três sóis daquela terra não permitam que anoiteça por completo, uma escuridão digna de trevas tomou conta da menina. As sombras nunca mais a largaram.

Mia, agora com dezesseis anos, não se esqueceu daqueles que destruíram sua família. Deseja tirar a vida de todos eles. É por isso que ela quer se tornar uma serva da Igreja Vermelha – o mais mortal rebanho de assassinos de toda a República. O treinamento será árduo. Os professores não terão misericórdia. Não há espaço para amor ou amizade. Seus colegas e as provas poderão matá-la. Mas, se sobreviver até a iniciação, se for escolhida por Nossa Senhora do Bendito Assassinato… O maior massacre do qual se terá notícia poderá acontecer. Mia vai se vingar

Obs: Livro contém cenas de sexo e violência.

Mia Corvere, teve uma vida perfeita e feliz até os seus 10 anos,  com seus pais e irmão mais novo, até seu pai ser acusado de traição por ser um dos lideres de uma revolução, a Faz-Rei, e ser preso e executado juntos com seus companheiros em plena praça principal de GodsGrave, para ser exemplo,sobe os olhos de Mia e sua mãe, e quando as coisas não poderiam ficar piores, o Cônsul junto com o novo Justicus tomaram a propriedade da família Corvere, e aprisionaram sua mãe e seu irmãozinho, e Mia teve que lutar contra uma tentativa de assassinato ainda criança e abalada com todas as perdas de sua família em tão pouco tempo, porem ela conseguiu uma ajuda inesperada para poder sobreviver a esse ataque,  ajuda essa que lhe acompanharia por um longo caminho e por um bom tempo.

” Dona Corvere simplesmente ficou parada, seu vestido preto encharcado pelas lágrimas do céu, como uma estátua diante de uma cova ainda não enchida. Ainda não. Mas logo.”

 

Foi nessa situação que Mia descobre que ela não é uma simples menina, e no meio do desespero ela  conhece “Senhor Simpático”, uma sombra que fala com ela e se materializa para ajuda-la a escapar dos soldados do Cônsul. E durante a fuga ela conhece Mercúrio, dono de uma loja de penhora na cidade de Godsgrave, só que ele não é apenas um senhor simples, dono de uma loja comum, ele acolhe Mia e lhe propõe deixa-la forte para se vingar dos homens que acabaram com a sua família, e para isso ela terá que ser forte e destemida para pode entra e sobreviver na Igreja Vermelha, a “escola” dos mais temidos e perigosos assassinos da Republica, vira uma serva da Nossa Senhora do Bendito Assassinato.

“Então o enigma começa a fazer sentido. A ultima filha de uma família desgraçada, rumo á melhor escola de assassinos de toda a República. “

E assim começa a jornada de Mia para se vingar, e durante a viagem para chegar até a sede da igreja vermelha, ela conhece Tric, um jovem que como ela,também quer se torna um assassino da Igreja, e os dois acabam viajando juntos enfrentando os perigos do caminho no deserto, cheio de monstros e ladroes, e esse tempo juntos faz com que eles se tornem próximos, e pela primeira vez, depois de anos Mia se permite confiar em alguém fora Mercúrio e o Sr. Simpático.

Depois de muitos perigos, eles acabam chegando na sede da Igreja vermelha e descobrindo que não vai ser nada fácil se tornar uma Lâmina de Nossa Senhora do Bendito Assassinato. Lá eles conhecem outros estudantes, Ashlin, Oski, Shiu, Jessamine, Diamo, Carlotta, juntos eles vão passar por varias provas, e terão que lembra que mesmo estando juntos, na “escola” não a espaço para amor, amizade, pois todos eles são assassinos com os próprios motivos para estarem lá, querendo se tornar os melhores, custe o que custar .

No topo da escola está a Reverenda Mãe, Drusilla, e o maior assassino de todos, o Lorde das sombras Cassius, o Senhor de todos eles, e pra dar as aulas, temos 4 Shahiids, Solis nas Espadas, Mataaranhas com os venenos, Mouser com as ladroagens e Aalea com a sedução. Eles vão aprender com os melhores a arte de roubar sem ser visto, usar uma espada com maestria, fazer venenos mortais e claro, a arte da sedução, de usar o corpo e o flerte da melhor maneira possível.  Será que Mia e seus companheiros vão conseguir sobreviver as provas e desafios que encontraram e se manter frios uns com os outros, alcançar os objetivos que levaram-os até lá?

 

Shahiids da Igreja Vermelha De cima para baixo: Drusilla/ Cassius / Solis / Mataarranhas/Aalea/ Mouser FONTE : PhantomRin instagram

 

Nevernight se passa num mundo em que existem 3 sois, e quase nunca a noite cai, não é um livro leve, cheio de lutas sangrentas, brutais e com muita  intensidade, com cenas de sexo e com alguns palavrões, a escrita do autor é muito forte, e com um ar poético, nas suas descrições, e claro as famosas notas de rodapé, que são de muita ajuda na hora de entender algumas situações, que ele não aprofunda no livro, e outras conta com uma pitada de sarcasmo maravilhoso. Em alguns capítulos, no começo , podemos ver como era a vida da Mia antes de se torna uma Assassina sangrenta e temida, de como tudo aconteceu no passado dela que influenciam nas suas atitudes no presente e no futuro. Apesar dos personagens serem adolescentes, eles aparentam serem mais velhos, por tudo que aconteceu na vida deles, que aos poucos vamos descobrindo com a leitura do livro.  Os personagens são muito cativantes, os diálogos da Mia e do Tric, são hilários, e sexy em alguns momentos, e aos poucos todos os acólitos, como são chamados os “estudantes”  vão se tornando importantes na historia e próximos, e isso vai ser de grande relevância para as decisões que eles vão ter que tomar.

Apesar do livro ser grande, mais de 600 páginas, eu não senti em momento algum a leitura se torna cansativa, ou a historio fica se arrastando, mesmo o período inicial na escola, que poderia ser repetitivo não é, sempre tem algo de interessante acontecendo, e tudo pode ser um teste, e claro os perigos são constantes, e aos poucos vamos descobrindo mais sobre o dom da Mia de controlar as “sombras” , e sobre o governo tirano, e seus membros, e como eles perseguem e querem destruir os seguidores da Nossa Senhora do Bendito assassinado e da Deusa Fauce.

IMG_20170620_204114

FONTE : PhantomRin instagram

O plot twist é muito bem construído e o Jay vai plantando dicas ao longo do livro, e jogando situações que lá na frente você vai entender. Gostei muito de todos os personagens, mas em especial da Mia, Naev, Tric, e o Shiu, e claro o Sr. Simpático. Se você gosta de personagens femininas, fodonas, que não tem medo de fala e agir, Mia é assim, ela é uma assassina sensacional, e podemos ver isso em vários momentos, e quando ela quer algo, ela vai atrás, amei muito ela, fazendo uma comparação, ela é uma mistura de Emma ( Dama da Meia -Noite) , Celaena ( Trono de Vidro) e Lila ( Um Tom Mais Escuro de Magia), se vocês gostam delas, vão gostar da Mia como eu.

 

Dei 5/5 estrelas no Skoob, e CLARO QUE RECOMENDO! Vamos todos reza para Fauce, pedindo para a editora Plataforma 21 trazer logo Godsgrave para o Brasil, livro sai em setembro lá fora.

 

20170615_120626.jpg

 

Beijos até a próxima!

 

 

Anúncios

2 Respostas para “[RESENHA] NEVERNIGHT(Crônicas da Quasinoite 1) – Jay Kristoff

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s