[RESENHA] Para Onde Ela Foi – Gayle Forman

PARA_ONDE_ELA_FOI_1409679657B

 

Para Onde Ela Foi (Volume 2)

Autora: Gayle Forman

Páginas: 240

Editora: Novo Conceito

Ano: 2013

SE VOCÊ TIVESSE UMA SEGUNDA CHANCE PARA O PRIMEIRO AMOR… VOCÊ ACEITARIA?

Sinopse: Já faz três anos que o amor de Adam salvou Mia após o acidente que mudou a vida dela. Três anos desde que Mia saiu da vida de Adam para sempre. Vivendo agora em lados opostos do país, Mia é um talento em ascensão na Juilliard, a conceituada escola de música, e Adam é o típico astro do rock de Los Angeles, com direito a notícias nos tabloides e uma namorada-celebridade. Quando Adam se vê sozinho em Nova York, o acaso reúne o casal mais uma vez. Por uma noite. Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa de esperança e a chama do amor que renasce.

ifistay

Para onde ela foi é a sequência de Se Eu ficar, e possui a mesma carga dramática do volume 1. Nesse livro, a história será narrada em primeira pessoa pelo ponto de vista de Adam, e vamos ver como ficou a vida dele depois do final do volume 1. Adam agora é um famoso astro do Rock, e Mia é um grande talento como violoncelista.

A história do livro começa sendo narrada após 3 anos dos acontecimentos do volume 1, em que um grave acidente matou a família de Mia e que quase a vitimou também. Ocorre que, agora, mesmo o amor de Adam tendo salvado Mia, aconteceram algumas coisas que fez com que o casal se afastasse, e Mia acabou indo embora para Juilliard, deixando Adam para trás. No começo do namoro a distância, eles até tentaram continuar juntos, mas a Mia tinha que estragar tudo não é? Quem leu sabe do que estou falando. Fiquei com muita raiva dessa personagem no começo do livro, por isso que gosto mais do Adam do que dela.

Após os acontecimentos, Adam se transformou em um grande astro do Rock, super famoso pelas músicas que escreve, o que faz surgir um grande interesse em sua vida pessoal por parte da imprensa e por parte de seus fãs também. Com o fim do namoro com Mia, Adam ficou mais depressivo e passou a ser usuário de drogas, tendo ataques de pânico e começou a namorar com Bryn Shraeder, uma celebridade.

Processed with VSCO with c1 preset

Mas, quem acha que ele é feliz sendo muito famoso, e por ter uma namorada super famosa está enganado, pois, ele não é nada feliz. Ele se transformou em uma pessoa muito solitária e depressiva.

Os capítulos sempre começam com a letra de uma música da Shooting Star, banda da qual Adam faz parte e que é líder, sendo o responsável por compor as músicas da banda.

Uma das principais músicas do CD da Shooting Star é a Collateral damage, e é a letra que está no último capítulo do livro. Essa música foi escrita por Adam na época em que estava passando por uma fase muito complicada em sua vida, quando Mia rompeu o relacionamento dos dois.

IMG_20160823_194916588

Uma coisa que gosto muito no Adam é o fato de que ele não sente só a falta de Mia, mas também de seus pais e do irmão caçula dela.

O livro se passa em apenas 24 horas, quando Adam está em Nova Iorque. Assim como em Se eu ficar, no livro, vamos nos deparar com flashbacks do passado, momentos em que Adam ainda estava namorando com Mia.

Então, quando ele está em Nova Iorque para alguns compromissos com relação a Banda, ele participa de uma entrevista com uma repórter da Shuffe, mas essa entrevista não vai bem e ele acaba surtando com as perguntas da repórter.

Com isso, ele acaba cancelando os outros compromissos do dia e tem mais algumas horas para descansar até partir para Londres, para se juntar aos outros membros da Banda. E é nesse momento, quando ele está passeando por Nova Iorque, que ele encontra com Mia.

Por sua vez, Mia também está diferente, mais madura. Se formou em Julliard e conseguiu se tornar uma das melhores violoncelistas do país, sendo considerada um prodígio. Mas mesmo assim, ela também não está totalmente feliz com sua nova vida.

É tão lindo esse encontro dos dois, que já fico sonhando com as cenas do livro no filme. E só assim, depois de 3 anos longe um do outro é que eles vão ter a oportunidade de conseguir as respostas para as perguntas que não foram respondidas no passado e tentar uma reconciliação.

Ela balançou a cabeça novamente. – Você sabe que não é verdade. É só que… – Ela fez uma pausa, como se pesasse uma grande decisão.

Então suspirou.  – A banda. Quando você está com a banda, já tenho de dividir você com todo mundo. Não quero acrescentar minha família a esse caldo também. – Então ela perdeu a batalha e começou a chorar.

Toda a minha irritação derreteu. – Sua boboca – eu falei, beijando-a na testa. – Você não me divide. Você me tem.

Posso afirmar que a Gayle Forman fechou com chave de ouro a sequencia dessa linda história de amor e de superação, mesmo com as grandes perdas. O livro tem a sua carga dramática, dá vontade de chorar, e mesmo diante das dificuldades, não podemos desistir de que dias melhores estão por vir e de ter esperança.

XOXO,

Aline Picanço.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s